Conheça o Parque Estadual de Vila Velha

Quer conhecer um local onde a natureza desafia as leis da física? O Parque Estadual de Vila Velha é o local perfeito. Não é à toa que ele é considerado a atração principal da cidade de Ponta Grossa, no Paraná. Embora tenha sido criado em 1953, sua história e sua forma única tem início há mais de 600 milhões de anos, ainda na época em que a região era submersa em águas do oceano. Posteriormente ocorreram erupções vulcânicas, as quais enrugaram o solo e deram origem às montanhas, depois surgiram as geleiras e, por fim, o descongelamento delas. Todos esses processos só poderiam dar origem a algo magnífico. Três são os elementos principais que formam essa unidade de conservação chamada de Parque Estadual de Vila Velha, conheça mais sobre cada um deles e encante-se:

  • Arenitos: formações rochosas gigantes foram esculpidas devido à ação da chuva e do vento. A formação arenítica é decorrente de um grande volume de areia depositado há centenas de milhões de anos. As formações naturais apresentam formas que se assemelham a figuras como camelo, índio, taça, garrafa, etc.
  • Furnas: são três crateras gigantes e circulares, chamadas também de "Caldeirões do Inferno". A profundidade é de mais de 100 metros e o volume de água chega próximo à metade da profundidade. Em uma das furnas está disponível um elevador panorâmico, o qual dá acesso ao interior da cratera.
  • Lagoa Dourada: o nome praticamente a descreve. No entanto, a lagoa fica dourada apenas ao entardecer, devido ao pôr do sol. É uma paisagem belíssima!

A fauna do local é bastante variada, é possível se deparar com quatis, veados, furão, jaguatiricas, tamanduás e alguns poucos lobos-guará. Entre 2002 e 2004 o Parque Estadual de Vila Velha passou por um processo de revitalização, com diversas de suas áreas recuperadas. Os passeios pelo parque são realizados por trilhas, sendo necessário o acompanhamento de um guia disponibilizado pelo parque. O local está aberto de segunda-feira a domingo, exceto nas terças-feiras, das 8h30 às 15h30. Para se chegar ao local, é só seguir pela rodovia BR-376 (Ponta Grossa /Curitiba), ficar atento ao km 28 a partir de Ponta Grossa. A saída é pela Avenida Visconde de Mauá ou Avenida Visconde de Taunay.

Ficou interessado em ir a Ponta Grossa e conhecer o Parque Estadual de Vila Velha? Saiba que o Candeias, maior clube de turismo programado do Brasil, possui uma ampla rede de hospedagem na região. Acesse o site http://www.candeias.com.br/, conheça mais sobre o Candeias e tenha acesso a diversas outras dicas de turismo.