Dicas para viagem escolar

É importante planejar uma viagem com os alunos para que eles possam desvincular o aprendizado da sala, não considerando-a o único ambiente capaz de promover a aquisição de conhecimento, e possam explorar novos ambientes com segurança e conforto. Para isso, faremos uma lista de principais itens fundamentais para o planejamento da viagem.

Planejamento

A gestão escolar deve se preparar com antecedência para uma viagem, levando em conta o meio de transporte, a segurança, a alimentação, estadia, atividades para serem feitas na viagem, o local a ser determinado, etc. É importante que os professores participem de todas as decisões, principalmente para concordarem com o local escolhido. São eles quem executarão as atividades junto dos alunos e são quem melhor pode distinguir as atividades mais adequadas. É de responsabilidade da gestão escolar  prezar pela disponibilidade de ônibus, a reserva do local, organizar o esquema de alimentação, o aviso aos pais e os custos da viagem. A escolha do lugar deve levar em conta as preferências dos alunos, ou seja, precisa estar atrelada aos interesses dos estudantes. Resorts, hotéis, pousadas, parques aquáticos com hotéis por perto, são ótimas opções

Segurança

Lugares recreativos podem contar com monitores ou não, mas ainda assim é importante que os professores estejam lá, assim como demais funcionários da escola. Se o local escolhido for muito grande, dividam as turmas em grupos auxiliadas por um monitor/professor ou mais. Os pais devem ser avisados através de reunião de pais ou por escrito, e em ambos os casos devem autorizar a escola a levar seus filhos por um documento assinado. Se não houver disponibilidade de telefones no local ou área para celular, verifiquem e avisem aos pais.

Estadia

Após determinar o local, é necessário determinar o tempo de estadia dos alunos no destino. Viagens desse porte devem ser feitas nas férias de meio do ano ou no fim, para não prejudicar o ano letivo. É preciso estimar número de turmas que fará a viagem e verificar no local a disponibilidade de quartos e espaço para todos.

Alimentação

É essencial entrar em contato com o local e obter informações sobre as alimentações, ou seja,  se elas são incluídas no preço ou devem ser compradas separadamente. O mais recomendado é que haja um refeitório que sirva a comida aos alunos com horários determinados.

Atividades a serem desenvolvidas

Não é interessante para os alunos passarem um longo período fora de casa, mesmo num local bonito e agradável, sem fazer muita coisa. Os professores podem combinar gincanas, jogos, festas (sem álcool), encenações teatrais, eventos musicais, luaus, etc. Algumas atividades podem ser totalmente recreativas ou pedagógicas, mas devem ser planejadas com antecedência, pois imprevistos e improvisos podem estar sujeitos a falhas. Antes da viagem, é bom ter em mãos o cronograma e entregá-lo aos alunos.

Os cuidados da parte dos pais

Os pais devem estar cientes de todos os procedimentos da viagem, desde preços até a hospedagem. Para a viagem, devem ajudar os filhos a preparar roupas adequadas para as atividades, lanches fáceis para o ônibus e uma quantia de dinheiro para emergências.

Depois de ficar por dentro de todas essas dicas, é só escolher o local e começar a planejar. O Candeias, o maior clube de turismo do Brasil , em seu site http://blog.candeias.com.br/, disponibiliza um vasto leque de opções em sua rede nacional, capaz de agradar à toda garotada ! Vale a pena conferir!