Tiradentes, MG: melhores pontos turísticos

Viajar é uma das melhores coisas da vida, seja sozinho ou acompanhado. Não há nada mais enriquecedor e repositor de energia que sair do nosso lugar comum e conhecer novos lugares, novas culturas e novos paladares. Melhor ainda é saber que tudo isso podemos encontrar aqui mesmo, no Brasil, devido à sua diversidade e riqueza histórica, como a cidade mineira de Tiradentes.

Com suas estreitas ruas de pedra e paralelepípedos, Tiradentes, assim como outras cidades históricas de Minas Gerais, era muito rica em ouro e foi justamente por conta da extração do mineral que surgiu a cidade em 1702. Ela leva o nome do mais conhecido representante da Inconfidência Mineira, importante movimento de luta pela independência do Brasil. Hoje possui pouco mais de 7.000 habitantes, em sua área de 83 quilômetros quadrados. e recebe com seu charme turistas de todo o mundo. Para vivenciar uma das tradições históricas e conhecer os principais pontos turísticos da cidade mineira, o meio mais usado pelos seus visitantes é a charrete (um tipo de carruagem mais leve, normalmente levada por um cavalo). Dentre os lugares mais importantes, estão algumas paradas obrigatórias para quem deseja conhecer essa parte da história do Brasil e desfrutar de sua paisagem natural:

  • Igreja Matriz de Santo Antônio: esta igreja é considerada um dos templos barrocos mais lindos do país. Fundada no ano de 1710, a Matriz de Santo Antônio possui uma relíquia em seu interior: um órgão do século XVII, mais precisamente de 1788.
  • Cadeia Pública: hoje, funciona neste prédio construído em 1833 e reconstruído em 1845 após ser incendiado, o Museu de Arte Sacra.
  • Câmara Municipal: localizada na mesma ladeira em que está a Matriz de Santo Antônio, a Câmara foi construída no século XVIII e chama a atenção pela sua arquitetura colonial.
  • Capela de São João Evangelista: pertencente à chamada Irmandade dos Homens Pardos, guarda a sepultura de um dos compositores mais importantes da música de Minas Gerais do século XVIII, Manoel Dias de Oliveira. Seu estilo rococó compõe a diversidade artística das igrejas e capelas espalhadas pela cidade.
  • Centro Cultural Yves Alvez: aqui é possível encontrar as maiores e mais importantes obras do barroco brasileiro do período colonial.
  • Chafariz de São José e Estátua de Alferes: dois importantes monumentos que representam períodos da história de Minas Gerais e do Brasil Colonial.

Como atrativos naturais, pode-se destacar:

  1. Cachoeira do Carteiro: piscinas naturais localizadas no alto da Serra de São José, no caminho que antigamente ligava as cidades de Tiradentes e Arraial da Laje. Há uma cruz no lugar onde supostamente um importante carteiro foi morto.
  2. Serra de São José: uma área de preservação da Mata Atlântica e cerrado de 4 quilômetros quadrados de extensão.
  3. Balneário das Águas Santas: existente desde o século XIX, suas águas radioativas e termais ajudam nos tratamentos de algumas doenças.
  4. Largo das Forras: lugar onde são realizadas as festas da Semana Santa, onde também se encontra o Paço da paixão de Cristo, o monumento dedicado ao centenário da morte de Tiradentes, a Igreja do Bom Jesus da Pobreza, dentre outros lugares da comunidade tiradentina.
  5. Maria Fumaça: passeio de trem que sai de São João del Rey e Tiradentes e passa pela Serra de São José e pelas margens do Rio das Mortes.

Aproveite também para conhecer a gastronomia mineira e provar seus deliciosos pratos típicos, além dos produtos do interior como queijos, licores, goiabadas e outros doces em compotas. São inúmeros lugares cheios de sabor, cultura e beleza natural para desfrutar com a família e amigos. Para obter mais informações sobre os melhores destinos do Brasil e do mundo, acesse a página do Clube Candeias: www.candeias.tur.br, e encontre todas as vantagens que um associado pode ter em hospedagem, lazer, recreação e os preços mais justos do mercado turístico.